Emergent Timbre and Extended Techniques in Live-Electronic Music: An Analysis of Desdobramentos do Contínuo Performed by Audio Descriptors

Danilo Rossetti; William Teixeira; Jônatas Manzolli

Revista Musica Hodie v. 18 n. 1 (2018)

In this article, an analysis of the piece Desdobramentos do contínuo for violoncello and live-electronics is addressed concerning instrumental extended techniques, electroacoustic tape sounds, real-time processing, and their interaction. This is part of a broad research about the computer-aided musical analysis of electroacoustic music. The objective of the analysis of this piece is to understand the spectral activity of the emergent sound structures, in terms of which events produce huge timbre variations, and to identify timbre subtle nuances that are not percep- tible on a first listen of the work. We conclude comparing the analyses results to the compositional hypotheses pre-sented in the initial sections.

Palavras-chave

Computer-aided musical analysis; Live-electronic music; Extended-techniques;Audio-descriptors; Emergent timbre

https://www.revistas.ufg.br/musica/article/view/53568

De Montserrat às ressonâncias do piano: uma análise com descritores de áudio

Danilo Rossetti; Jônatas Manzolli

Revista Opus v. 23 n. 3 (2017)

Neste artigo, pertencente à pesquisa sobre a elaboração de um modelo para a análise da música eletroacústica mista a partir de descritores de áudio, realizamos a análise de Ressonâncias (2015) para piano e sons eletrônicos de Jônatas Manzolli. Como fundamentação teórica, apresentamos uma abordagem sobre as Séries e a Transformada de Fourier, operação que serve de base para os processamentos eletroacústicos empregados na composição e para as análises realizadas a partir dos descritores. As hipóteses a serem verificadas dizem respeito à maleabilidade dos processamentos eletroacústicos empregados na peça, que podem fornecer resultados distintos em interpretações diferentes, além da existência de uma tendência de maior similaridade espectral no processo composicional realizado, em que o nível de variação entre duas interpretações é maior nas seções iniciais e menor nas seções finais. Como metodologia, analisamos as características espectrais dos sons compostos em suporte fixo e comparamos o timbre produzido (amálgama dos sons instrumentais e eletroacústicos) em duas interpretações diferentes, a partir dos dados obtidos nas análises. Concluímos discutindo dois aspectos: (1) sobre o nível de maleabilidade sonora atingido pelo compositor na estruturação do processo criativo, e (2) a análise desenvolvida aponta para a impossibilidade da notação musical tradicional de representar a completude dos resultados sonoros emergentes, que decorrem da interação entre os sons instrumentais e eletroacústicos. Ou seja, o modelo de análise estudado justifica a sua aplicabilidade no contexto da música eletroacústica mista atual, principalmente quando foca a fusão dinâmica da parte instrumental com o suporte fixo e/ou com o tratamento em tempo real.

Palavras-chave

Música eletroacústica mista; análise musical; descritores de áudio; Transformada de Fourier; phase vocoder source-filter.

A percepção do timbre em Farben Op. 16 n. 3 de Schoenberg: uma abordagem estética e psicoacústica

Revista Música USP v. 17 n. 1 (2018)

Resumo: Farben Op. 16 nº3 é uma obra em que Arnold Schoenberg implementa seu modelo de melodia de timbres (Klangfarbenmelodie), modelo este que talvez nunca tenha sido repetido da mesma maneira em suas demais obras. Neste artigo investigamos os processos de composição e percepção do timbre nesta obra. Como referencial teórico abordamos a busca estética do compositor por uma relação entre cores e sons, fundamentada nas ideias Goethe (1840) e Helmholtz (1924, 1954). Baseamo-nos também em teorias sobre a percepção da altura por fusão de parciais e sobre a fusão de diferentes timbres por jitter. Sobre Farbenrealizamos uma análise da partitura baseada principalmente em trabalhos prévios de Förtig (1969) e Burkhart (1972). A seguir partimos para uma investigação psicoacústica da percepção do timbre, para tanto aplicamos ao áudio da obra os descritorescroma, centroide, sharpness, loudness e inarmonicidade (através do programa Sonic Visualizer), os quais nos forneceram dados para realizar interpretações individuais destes parâmetros, bem como nos permitindo estabelecer relações entre eles.

Palavras-chave: Arnold Schoenberg, Klangfarbenmelodie (melodia de timbres), Farben, percepção do timbre, fusão de timbres, percepção da altura

Arenas

Arenas for 2 percussionists and live electronics

This piece is part of the music and dance spectacle “De uma margem a outra”.

Otavio Antoniacci – percussion (brake drums, bass drum, zinc sheet)
Rodolpho Simmel – percussion (brake drums, bass drum and aluminium cans)
Danilo Rossetti – live electronics

Arenas para 2 percussionistas e eletrônica ao vivo

Essa peça é parte do espetáculo de música e dança “De uma margem a outra”

Otavio Antoniacci – percussão (tambores de freio, bumbo e folha de zinco)

Rodolpho Simmel – percussão (tambores de freio, bumbo e latas de alumínio)

Danilo Rossetti – eletrônica ao vivo

 

Ecossistemas ressonantes – Resonant ecosystems

Acousmatic piece (originally in four-channel) composed for the interactive audiovisual and lightining immersive installation called Coolab 3D, premiered at Senac (São Paulo, Brazil). The project was created and developed together with the artists Deni Guimarães and Deborah Izola who also exposed and performed their works.

Peça acusmática (originalmente em 4 canais) composta para a instalação audiovisual imersiva Coolab 3D – ecossistemas audiovisuais e luminosidades, estreada no Senac SP Lapa Scipião entre 07/06 e 15/08/2018. O projeto foi criado e desenvolvido em conjunto com as artistas Deni Guimarães e Deborah Izola que também expuseram seus trabalhos.

 

 

An Analysis of Desdobramentos do Continuo for Violoncello and Live- Electronics Performed by Audio Descriptors

An Analysis of Desdobramentos do Continuo for Violoncello and Live- Electronics Performed by Audio Descriptors (Danilo Rossetti; William Teixeira; Jônatas Manzolli)

Artigo apresentado e publicado nos Proceedings of the 16th Brazilian Symposium on Computer Music

sbcm2017-artigo_submission.rev

O processo de geração da forma musical à luz da alagmática e da teoria da individuação de Simondon

Artigo apresentado e publicado nos anais do XXVII Congresso da Anppom, Unicamp, Campinas, 2017

Resumo: Nesse trabalho, identificamos a geração da forma musical como um processo, relacio- nando-o com o método alagmático e o princípio da individuação de Simondon. A evolução dos aparatos tecnológicos que auxiliam o processo composicional tem ressonância com essa aborda- gem. Discutimos a geração da forma a partir da fusão de timbres por jitter e permeabilidade, analisando dois exemplos de nossa obra Le vide: trois réflexions sur le temps (2015). Concluímos estabelecendo relações entre procedimentos microtemporais e a modulação da forma perceptível.

Palavras-chave: Forma musical. Princípio da individuação. Método alagmático. Fusão de timbres. Composição musical por computador.

Title of the Paper in English: The Process of Musical Form Generation in the Light of the Allagmatic and the Principle of Individuation of Simondon

Abstract: In this article, the generation of the musical form is identified as a process, and related to the allagmatic method and the principle of individuation of Simondon. The technical objects’ evolution which aid compositional processes is connected with this approach. We discuss the form generation from timbre fusion achievement by jitter and permeability, analyzing two examples of our work Le vide: trois réflexions sur le temps (2015). We conclude establishing relations between microtemporal procedures and the modulation of the perceived form.

Keywords: Musical Form. Principle of Individuation. Allagmatic Method. Timbre Fusion. Computer-aided Composition.

 

Artigo Anppom 2017_vf