Emergent Timbre and Extended Techniques in Live-Electronic Music: An Analysis of Desdobramentos do Contínuo Performed by Audio Descriptors

Danilo Rossetti; William Teixeira; Jônatas Manzolli

Revista Musica Hodie v. 18 n. 1 (2018)

In this article, an analysis of the piece Desdobramentos do contínuo for violoncello and live-electronics is addressed concerning instrumental extended techniques, electroacoustic tape sounds, real-time processing, and their interaction. This is part of a broad research about the computer-aided musical analysis of electroacoustic music. The objective of the analysis of this piece is to understand the spectral activity of the emergent sound structures, in terms of which events produce huge timbre variations, and to identify timbre subtle nuances that are not percep- tible on a first listen of the work. We conclude comparing the analyses results to the compositional hypotheses pre-sented in the initial sections.

Palavras-chave

Computer-aided musical analysis; Live-electronic music; Extended-techniques;Audio-descriptors; Emergent timbre

https://www.revistas.ufg.br/musica/article/view/53568

De Montserrat às ressonâncias do piano: uma análise com descritores de áudio

Danilo Rossetti; Jônatas Manzolli

Revista Opus v. 23 n. 3 (2017)

Neste artigo, pertencente à pesquisa sobre a elaboração de um modelo para a análise da música eletroacústica mista a partir de descritores de áudio, realizamos a análise de Ressonâncias (2015) para piano e sons eletrônicos de Jônatas Manzolli. Como fundamentação teórica, apresentamos uma abordagem sobre as Séries e a Transformada de Fourier, operação que serve de base para os processamentos eletroacústicos empregados na composição e para as análises realizadas a partir dos descritores. As hipóteses a serem verificadas dizem respeito à maleabilidade dos processamentos eletroacústicos empregados na peça, que podem fornecer resultados distintos em interpretações diferentes, além da existência de uma tendência de maior similaridade espectral no processo composicional realizado, em que o nível de variação entre duas interpretações é maior nas seções iniciais e menor nas seções finais. Como metodologia, analisamos as características espectrais dos sons compostos em suporte fixo e comparamos o timbre produzido (amálgama dos sons instrumentais e eletroacústicos) em duas interpretações diferentes, a partir dos dados obtidos nas análises. Concluímos discutindo dois aspectos: (1) sobre o nível de maleabilidade sonora atingido pelo compositor na estruturação do processo criativo, e (2) a análise desenvolvida aponta para a impossibilidade da notação musical tradicional de representar a completude dos resultados sonoros emergentes, que decorrem da interação entre os sons instrumentais e eletroacústicos. Ou seja, o modelo de análise estudado justifica a sua aplicabilidade no contexto da música eletroacústica mista atual, principalmente quando foca a fusão dinâmica da parte instrumental com o suporte fixo e/ou com o tratamento em tempo real.

Palavras-chave

Música eletroacústica mista; análise musical; descritores de áudio; Transformada de Fourier; phase vocoder source-filter.

A percepção do timbre em Farben Op. 16 n. 3 de Schoenberg: uma abordagem estética e psicoacústica

Revista Música USP v. 17 n. 1 (2018)

Resumo: Farben Op. 16 nº3 é uma obra em que Arnold Schoenberg implementa seu modelo de melodia de timbres (Klangfarbenmelodie), modelo este que talvez nunca tenha sido repetido da mesma maneira em suas demais obras. Neste artigo investigamos os processos de composição e percepção do timbre nesta obra. Como referencial teórico abordamos a busca estética do compositor por uma relação entre cores e sons, fundamentada nas ideias Goethe (1840) e Helmholtz (1924, 1954). Baseamo-nos também em teorias sobre a percepção da altura por fusão de parciais e sobre a fusão de diferentes timbres por jitter. Sobre Farbenrealizamos uma análise da partitura baseada principalmente em trabalhos prévios de Förtig (1969) e Burkhart (1972). A seguir partimos para uma investigação psicoacústica da percepção do timbre, para tanto aplicamos ao áudio da obra os descritorescroma, centroide, sharpness, loudness e inarmonicidade (através do programa Sonic Visualizer), os quais nos forneceram dados para realizar interpretações individuais destes parâmetros, bem como nos permitindo estabelecer relações entre eles.

Palavras-chave: Arnold Schoenberg, Klangfarbenmelodie (melodia de timbres), Farben, percepção do timbre, fusão de timbres, percepção da altura

An Analysis of Desdobramentos do Continuo for Violoncello and Live- Electronics Performed by Audio Descriptors

An Analysis of Desdobramentos do Continuo for Violoncello and Live- Electronics Performed by Audio Descriptors (Danilo Rossetti; William Teixeira; Jônatas Manzolli)

Artigo apresentado e publicado nos Proceedings of the 16th Brazilian Symposium on Computer Music

sbcm2017-artigo_submission.rev

O processo de geração da forma musical à luz da alagmática e da teoria da individuação de Simondon

Artigo apresentado e publicado nos anais do XXVII Congresso da Anppom, Unicamp, Campinas, 2017

Resumo: Nesse trabalho, identificamos a geração da forma musical como um processo, relacio- nando-o com o método alagmático e o princípio da individuação de Simondon. A evolução dos aparatos tecnológicos que auxiliam o processo composicional tem ressonância com essa aborda- gem. Discutimos a geração da forma a partir da fusão de timbres por jitter e permeabilidade, analisando dois exemplos de nossa obra Le vide: trois réflexions sur le temps (2015). Concluímos estabelecendo relações entre procedimentos microtemporais e a modulação da forma perceptível.

Palavras-chave: Forma musical. Princípio da individuação. Método alagmático. Fusão de timbres. Composição musical por computador.

Title of the Paper in English: The Process of Musical Form Generation in the Light of the Allagmatic and the Principle of Individuation of Simondon

Abstract: In this article, the generation of the musical form is identified as a process, and related to the allagmatic method and the principle of individuation of Simondon. The technical objects’ evolution which aid compositional processes is connected with this approach. We discuss the form generation from timbre fusion achievement by jitter and permeability, analyzing two examples of our work Le vide: trois réflexions sur le temps (2015). We conclude establishing relations between microtemporal procedures and the modulation of the perceived form.

Keywords: Musical Form. Principle of Individuation. Allagmatic Method. Timbre Fusion. Computer-aided Composition.

 

Artigo Anppom 2017_vf

 

Tese de doutorado

Processos microtemporais de criação sonora, percepção e modulação da forma: uma abordagem analítica e composicional

defesa: 16.12.2016

NICS-UNICAMP

Tese_Danilo_rev.compressed

RESUMO

Esta tese trata de processos de análise e criação sonora por meios tradicionais e através de ferramentas computacionais, a partir da interação entre análise/criação e percepção. Em sua primeira parte, tendo como base as noções de tecnomorfismo e síntese instrumental, apresentamos um estudo de alguns processos sonoros microtemporais que são classificados como ondulatórios ou granulares, através de uma abordagem complementária entre estes dois modelos. Sobre a percepção e a modulação das morfologias sonoras produzidas a partir destes processos, apresentamos uma análise tendo como ferramentas teóricas o princípio da individuação e o método alagmático de Gilbert Simondon, a autopoiese de Humberto Maturana e Francisco Varela, a enação de Varela, além das saliências, pregnâncias e a teoria as catástrofes de René Thom. No que tange às suas diferentes escalas temporais, estas morfologias podem apresentar características isomórficas, de acordo com as proposições de Stockhausen, Koenig e Grisey, ou heteromórficas, tal como propõe Vaggione. Dentro deste panorama estudamos e analisamos o fenômeno da fusão de diferentes timbres numa única estrutura perceptiva pelos vieses psicoacústico (por jitter) e composicional, através de conceitos propostos por Ligeti e Grisey. Na segunda parte deste trabalho analisamos obras musicais instrumentais e eletroacústicas (acusmáticas e mistas) de Schoenberg, Ligeti, Murail, Xenakis, López-López e Vaggione, as quais apresentam importantes contribuições (a partir de diferentes métodos) sobre a fusão de timbres. Por fim, descrevemos e analisamos etapas do processo criativo de cinco composições realizadas ao longo desta pesquisa, obras estas para instrumentos solistas e para diferentes formações instrumentais e vocais, com quatro delas possuindo tratamentos eletrônicos em tempo real.

ABSTRACT

This thesis addresses analysis and composition processes by traditional means and by computing environments, from an interaction between analysis/composition and perception. In the first part, based on the concepts of technomorphism and instrumental synthesis, we present a study of a few microtemporal sound processes. These processes are classified into undulatory and granular paradigms, upon which we propose a complementary approach. Regarding to sound morphology perception and modulation, we present an analysis having as theoretical basis the principle of individuation and the allagmatic method of Gilbert Simondon, the autopoiesis of Humberto Maturana and Francisco Varela, the enaction of Varela, besides the saillances, prégnances and the catastrophe theory of René Thom. With respect to the different temporal scales, these morphologies can have isomorphic features, in agreement with the propositions of Stockhausen, Koenig and Grisey, or heteromorphic features, as proposes Vaggione. In keeping with this approach, we study and analyze the fusion of different timbres into a single perceptual structure, by psychoacoustic (jitter) and compositional (by Ligeti and Grisey’s concepts) means. In the second part of this work, we analyze instrumental and electroacoustic musical works by Schoenberg, Ligeti, Murail, Xenakis, López-López, and Vaggionne, all of them providing important contributions for timbre fusion phenomenon. Lastly, we describe and analyze our creative process in five musical works, which had been composed during this research. Among these works, there are solo pieces and pieces for different instrumental and vocal ensembles, four of them with live electronic treatments.

Interaction, Convergence and Instrumental Synthesis in Live Electronic Music

Proceedings of the 12th International Symposium on Computer Music Multidisciplinary Research CMMR São Paulo 2016

Abstract. In this article we present and discuss the interaction and convergence between the instrumental and electroacoustic parts in live electronic music. Our approach is related to the idea of sound morphology, based on the undulatory and granular paradigms of sound. We also analyze the process of instrumental synthesis based on frequency modulation (FM), in order to generate pitches and enable timbre interpolation. For these purposes, we address some examples in our works Oceanos (for sax alto), Poussières cosmiques (for piano) and Diatomées (for instrumental ensemble), all of them with live electronics. We conclude comparing the analyzed operations with the emerging form of these works considering both the micro and macro temporal aspects.

Keywords: Live electronic music, interaction and convergence, undulatory and granular paradigms, frequency modulation, timbre interpolation.

ArtigoCMMR

Forma musical como um processo: do isomorfismo ao heteromorfismo

Danilo Rossetti/Silvio Ferraz

Publicado na Revista OPUS v. 22 n.1 jun 2016

DOI 10.20504/opus2016a2203

http://www.anppom.com.br/revista/index.php/opus/article/view/372/336

Resumo: Este artigo se propõe a analisar a questão da forma musical a partir do momento em que temos, no início do século XX, uma ruptura com sua predeterminação, passando a se configurar como o resultado de diferentes operações ou processos de composição. Neste contexto, abordamos a noção de forma estatística, ligada ao isomorfismo e à continuidade entre as diferentes escalas temporais presentes numa obra musical (MEYER-EPPLER, 2009 [1954]; STOCKHAUSEN 1959; EIMERT, 1959) e ao princípio do grau de mudança (STOCKHAUSEN, 1989b [1958]; KOENIG, 1963, 1965), bem como a noção da forma como uma emergência, ligada ao heteromorfismo e à descontinuidade entre as diversas escalas temporais (VAGGIONE, 1994, 2010). Para tanto, trazemos como fundamentação teórica o método alagmático e o princípio da individuação das formas de Gilbert Simondon (2005), assim como as características morfológicas perceptivas de saliência (saillance) e pregnância (prégnance) de René Thom (1988, 1990a), além de sua teoria das catástrofes (THOM, 1985). No contexto proposto, a fusão de timbres é pensada como um processo alagmático gerador de novas formas, sendo analisada a partir de diferentes possibilidades tais como por jitter (DUBNOV; TISHBY; COHEN, 1997), síntese granular, permeabilidade (LIGETI, 2010a [1958]), micropolifonia (LIGETI, 2010c [1980]) e convolução (ERBE, 1997; JAFFE, 1987; ROADS, 1993; VAGGIONE, 1996). Concluímos a respeito dos processos de fusão analisados não apenas considerando-os isoladamente, mas como operações que propiciam o nascimento da forma musical, afirmando o pensamento da forma como um processo e não como algo definido a priori.

Palavras-chave: Forma musical. Isomorfismo. Heteromorfismo. Fusão de timbres. Método alagmático. Musical Form as a Process: From Isomorphism to Heteromorphism

Abstract: This article intends to analyze the issue of musical form from the moment, in the beginning of the 20th century, there is a rupture with predetermination, when form begins to configure as the result of different operations or compositional processes. In this context, we address the concept of statistical form that is linked to isomorphism and continuity within different temporal scales found in a work of music (MEYER-EPPLER, 2009 [1954]; STOCKHAUSEN, 1959; EIMERT, 1959) and to the principle of degree of alternation (STOCKHAUSEN, 1989b [1958]; KOENIG, 1963, 1965), as well as the idea of form as an emergence linked to heteromorphism and discontinuity within the various temporal scales (VAGGIONE, 1994, 2010). To this end, we use as a theoretical basis: Gilbert Simondon’s allagmatic method and the principle of form individuation (2005); and René Thom’s morphological characteristics of perception – saillance and prégnance (1988, 1990a) – and his catastrophe theory (1985). Within this context, timbre fusion is conceived as an allagmatic process that generates new forms. It is analyzed from various possibilities such as jitter (DUBNOV; TISHBY; COHEN, 1997), granular synthesis, permeability (LIGETI, 2010a [1958]), micropolyphony (LIGETI, 2010c [1980]) and convolution (ERBE, 1997; JAFFE, 1987; ROADS, 1993; VAGGIONE, 1996). In conclusion, we regard the fusion process analyzed not only in isolation, but also as operations that bring forth musical form, affirming the thought of form as a process and not something defined a priori.

Keywords: musical form; isomorphism; heteromorphism; timbre fusion; allagmatic method.

Forma_como_processo

Interação e convergência entre o instrumental e o eletrônico em Poussières Cosmiques

Artigo apresentado no SBCM 2015

XV Brazilian Symposium on Computer Music

IA-UNICAMP 23 – 25 nov. 2015

Resumo. Neste artigo procuramos descrever e analisar o processo criativo da peça Poussières cosmiques, abordando sua concepção instrumental e os tratamentos eletrônicos. Os processos de interação e convergência entre estes dois meios são relacionados à ideia de morfologia sonora, fundamentada nos modelos ondulatório e granular de construção e/ou decomposição do som. Concluímos através da discussão a respeito da dualidade entre o contínuo e o descontínuo, a qual perpassa os diferentes níveis temporais da peça.

Abstract. In this article we describe and analyze the creative process of the work Poussières cosmiques, addressing its instrumental conception and the electronic treatments. The procedures of interaction and convergence between these two universes are related to the idea of sound morphology, based on the undulatory and granular models of sound construction and/or decomposition. We conclude addressing the duality between the continuous and the discontinuous, which passes by the different temporal levels of the work.

ArtigoPoussièresRev